Guia completo para você que quer estudar inglês no Caribe!

Ah, o Caribe! O mar do Caribe é uma das mecas do turismo internacional. É o principal destino de Cruzeiros do mundo! Há uma estimativa que 8 milhões de turistas visitem o Caribe todos os anos. Conhecer o Caribe é o sonho de pelo menos 8 entre 10 pessoas.

E aí que muita gente vê a possibilidade de realizar o sonho de conhecer esse lugar incrível juntamente com a oportunidade de estudar inglês no Caribe.

Só que será que essa ideia, que está se tornando cada vez mais comum na vida dos brasileiros que querem estudar a língua, é verdadeiramente boa?

Está certo que o Caribe não está na lista dos países mais baratos para se aprender inglês. No entanto, há muitos pontos interessantes que devem ser considerados para tornar esse sonho uma realidade!

Por que estudar inglês no Caribe?

O inglês é a língua oficial de 15 países do Caribe.

E para quem não sabe, o Caribe é uma ilha que é formada por várias nações, como Antígua e Barbuda, Aruba, Cuba, Barbados, Domínica, Haiti, Porto Rico, Granada, Guadalupe, Martinica, Jamaica, Ilhas Caimão e por aí vai.

Bom, de todos os países, 15 tem o inglês como língua oficial e essa é uma informação importante.

Então, em números são cerca de 13 milhões de falantes em Anguila, Antígua e Barbuda, nas Bahamas, em Barbados, em Belize, nas Ilhas Cayman, em Dominica, em Granada, na Guiana, na Jamaica, em Porto Rico, em São Cristóvão e Névis, em Santa Lúcia, Trinidad e Tobago e em Santa Lúcia.

E aí vem outro dado interessante: o inglês é a segunda língua em outros 10 países.

Só com esses dados numéricos já deu para ver que se tem bons motivos para aprender inglês no Caribe, não é mesmo? É praticamente a língua oficial de toda ilha.

Mas, vale a pena?

E você deve estar pensando, mas vale a pena mesmo fazer um intercâmbio em algum país do Caribe?

A resposta é simples: Vale. E muito!

Mas, por quê vale a pena?

Já vimos que lá a língua é praticamente a oficial. Agora, vamos considerar a questão financeira também.

O valor do intercâmbio para estudar inglês é o mesmo que em um país qualquer da Europa, da Oceania ou da América do Norte.

Sem falar das belezas naturais que dispensam qualquer comentário. E aí é que vale a pena mesmo: o Caribe é reconhecido como um dos locais mais incríveis e exuberantes do mundo.

São várias vantagens: além do inglês e dos passeios, você vai aprender sobre a cultura local, o curso que irá fazer vai otimizar o seu currículo e você terá inúmeras experiências culturais e estudantis. 

E há alguns países caribenhos que atendem muito bem as necessidades de quem quer estudar o idioma fora do país de origem e conhecer a cultura local. São os casos de Barbados e Trinidad e Tobago.

Antes de prosseguir, vamos conhecer brevemente essas 2 opções de países do Caribe que costumam ser a mais ideais e perfeitas para quem quer estudar o inglês por lá.

Barbados

A ilha é bastante procurada por pessoas que desejam fazer intercâmbio cultural, estudando inglês por alguns meses ou até um ano fora do seu país de origem.

Por ser uma ex-colônia britânica, a língua oficial de Barbados é o inglês.

As escolas e a infraestrutura também são heranças da terra da Rainha. 

Uma escola que oferece o curso é a Barbados Community College.

O Centro proporciona todas as condições para que o aluno aproveite ao máximo seu curso, com instalações modernas, laboratório de informática e acesso a deficientes físicos.

E para treinar a língua fora do ambiente escolar, a escola oferece estágios a visitas culturais e esportes, como futebol, tênis e vôlei. 

Trinidad e Tobago

Essas duas ilhas também são bastante procuradas para quem quer fazer intercâmbio.

Para quem não sabe, Trinidad é a maior das ilhas, sendo um destino de viagem e estudo muito escolhido por quem também adora o ecoturismo.

Já Tobago é reconhecida pelos restaurantes, bares e casas noturnas. Sendo que possui praias paradisíacas e é um destino muito escolhido por visitantes que gostam de aves e das florestas nativas também.

E a SIFL é considerada umas das melhores escolas de idiomas em Trinidad.

A escola segue as padrões da Cambridge University.

Fica na segunda cidade de Trinidad, San Fernando, ao sul do país e oferece cursos de Business English, General English, Marketing e Turismo.

Outra universidade bastante reconhecida é a University of the West Indies.

É a mais tradicional do Caribe. Com 3 campi em Trinidad. O centro de aprendizagem  de línguas oferece aprendizado em 11 idiomas.

As aulas são interativas com professores nativos e de outros países.

Anúncio – Oportunidade de estudar inglês no Caribe!

Você já deve ter lido algum anúncio como esse em algum site, não viu?

Bom, se não viu, saiba que ele é comum. E nós já vamos explicar.

O anúncio fala sobre a oportunidade de estudar inglês no Caribe e o foco é a Langdons Language Institute (LLI), que é outra possibilidade de ensino do inglês em Trinidad e Tobago.

Geralmente, essas propagandas aparecem listando os valores de investimentos, como: 4 semanas de aulas, matrícula, 4 semanas de hospedagens e transfer… Tudo por R$ 5 mil.

A nossa dica é sempre entrar em contato com a universidade para ter as reais informações. Um contato direto pode ser o [email protected].

Quanto custar fazer um intercâmbio no Caribe?

Uma dúvida que muita gente tem é: “tenho que ter muito dinheiro para fazer o intercâmbio no Caribe”?

E a verdade é que essa questão é muito relativa, já que “muito dinheiro” pode significar algumas variáveis de respostas.

Mas, de fato, intercâmbios não são baratos.

Só que a gente consegue ter uma noção de valores para você que está interessado em estudar no Caribe.

O visto, para intercâmbio custa 100 dólares.

Geralmente, estudantes de intercâmbio gastam entre 400 e 500 dólares por mês, isso inclui alimentação, transporte, passeios e algumas atividades de lazer.

Com alimentação, uma pessoa gasta, em média, de 5 a 10 dólares por dia, dependendo muito dos seu hábitos alimentares.

Frutas e verduras são mais caras um pouquinho porque são importadas.

Peixes e frutos do mar são mais baratos que no Brasil. 

As acomodações, geralmente, ficam próximas das escolas e dá para fazer todo o trajeto a pé.

Caso seja necessário o uso do transporte, a média é de um dólar e cinquenta cents por dia.

Passo a passo para quem vai para o Caribe estudar inglês

Nessa parte do conteúdo, optamos por fazer uma espécie de passo a passo, que na verdade são dicas bem simples, mas totalmente úteis para quem está cogitando a ida para o Caribe para estudar inglês.

Visto de Estudante

Você precisa ter um visto de estudante. 

Esse visto permite que você chegue ao país que quer estudar o inglês no Caribe, mas você já tem que ter a passagem de volta.

Essa é uma garantia dada às instituições de lá para garantir que o seu objetivo é o estudo!

Também existe a opção de ter o passaporte, que é válido por 6 meses.

Cartão de Vacina

Você também vai precisar do Cartão de Vacina Internacional, um seguro de saúde e evidência de fundos para sustento durante a sua estadia (dinheiro).

Quanto à vacina, atualmente está sendo totalmente obrigatório a apresentação por conta da vacina da Febre Amarela.

Já quanto ao seguro saúde ele é importante assim como o documento de identificação porque garante a assistência médica em casos de doenças e acidentes.

Serviço da Imigração

Chegando no país de destino, você deve procurar o serviço da imigração para a primeira entrevista e reunião.

Depois, você vai receber a data para segunda entrevista.

Você terá que providenciar os formulários do visto, uma carta convite da instituição, a confirmação de acomodação, que é o recibo do pagamento feito com endereço do local e período. 

Os Recursos Financeiros

A identidade da pessoa que vai ser o seu patrocinador ou seu responsável deve ser apresentada, junto com uma cópia do seu extrato mostrando fundos para o período desejado.

Além disso, separe também um cartão de credito internacional, um comprovante de West Union ou o Moneygram mostrando que recebeu dinheiro do seu patrocinador.

Hoje em dia, a melhor dica é levar o VTM – Visa Travel Money, que é uma forma segura de levar dinheiro em viagens feitas ao exterior.

Trabalho ou Estudo

Se você trabalha, uma carta da sua empresa indicando que você trabalha na empresa e recebe um salário.

Pode ser um holerite ou um documento com timbre da empresa declarando que você é funcionário.

Nessa carta deve conter a data da sua contratação e seu cargo.

Se você vai apenas estudar e for menor de idade é preciso uma carta do seus pais ou responsáveis autorizando a sua viagem, uma cópia da sua identidade e a passagem de volta.

Esses são documentos necessários para você ficar no país por um período de, no máximo, 12 meses, sem ter nenhum problema burocrático.

Leia Também – qual é o melhor país para aprender inglês rapidamente?

Recentemente, publicamos aqui no blog um conteúdo citando o melhor país para aprender inglês, especialmente para quem está pensando em fazer um intercâmbio de estudo.

Então, se você achou que estudar inglês no Caribe ainda é uma ideia um pouco distante do que você quer para o seu futuro, considere outras opções.

Obviamente, entre os 3 países mais comentados e escolhidos para esse tipo de estudo, temos: Estados Unidos, Nova Zelândia e Canadá.

Não vamos citar todas as informações de todas essas opções. Mas, podemos considerar que a Nova Zelândia, assim como o Caribe, é um país que tem caído no gosto dos brasileiros que vão estudar fora do país.

O motivo é muito simples: as vagas de emprego.

Então, se você considera estudar inglês em outro país ao mesmo tempo em que consegue uma vaga de trabalho, talvez, a Nova Zelândia seja o lugar ideal para você.

A boa notícia é que com o trabalho, o estudante pode continuar custeando todos os cursos de inglês que fizer por lá, aprimorando cada vez mais a fluência no idioma.

Ah, e sobre os cursos de inglês, temos aqui uma última dica para você!

Como ganhar confiança!?

Muita gente tem vontade de aprender inglês ou estudar inglês fora do Brasil, só que acaba esbarrando na “falta de conhecimento” do assunto.

Então, se você ainda não tem fluência no inglês ou se ainda não começou a estudar o idioma, uma boa ideia pode ser a de fazer um cursos de inglês mais didático, mais simples e que vai te dar confiança para o seu intercâmbio.

Rapidamente, saiba que o Bruno é brasileiro e assim como muita gente, ele nunca foi o fã número 1 do idioma mais falado no mundo. Ao contrário, odiava o inglês.

Mas, após ir para países como Estados Unidos e Austrália, ele lançou um curso, chamado de 123 Fale Inglês. Nesse curso de inglês, ele conta alguns segredos e dá algumas dicas para quem quer ter confiança com o idioma.

Se você está achando que essa é uma pegadinha, saiba que a aula teste é totalmente gratuita.

Então, faça essa aula e aí, se você tiver interesse, poderá fazer o curso de inglês para ter mais confiança na sua viagem de intercâmbio para o Caribe ou para qualquer lugar do mundo.

Para acessar a aula gratuita, clique aqui.

Deixar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>