4 dicas para memorizar verbos irregulares de inglês

Praticamente todos os verbos da língua inglesa seguem um padrão simples de formação nos tempos passado (Past) e particípio passado (Past participle): quando conjugados, recebem o sufixo – ED, com algumas variações a depender da terminação do verbo.

Porém, alguns verbos não seguem essa regra de formação e possuem uma estrutura própria tanto no tempo passado quanto no particípio passado. Esses são os verbos irregulares e neste conteúdo você vai ver como memorizar verbos irregulares de inglês.

Já que eles são responsáveis pelas dores de cabeça de muitos alunos de inglês.

A memorização

Isso porque, sem uma regra de formação, é preciso decorar todos eles de forma individual, com suas respectivas formas no passado e no particípio passado, e essa, definitivamente, não é uma tarefa fácil.

O verbo arise, por exemplo, tem a forma de arose no tempo passado e arisen no particípio passado. O verbo awake, recebe a forma de awoken no particípio passado e awoke no passado.

Além destes, existem mais 281 verbos que precisam ter suas formas decoradas. Complicado, não é mesmo?

Contudo, estes verbos constituem apenas uma pequena parte da totalidade dos verbos da língua inglesa. Então, por que aprendê-los?

Por que é importante aprendê-los?

Existem milhares de verbos na língua inglesa e apenas cerca de 400 deles são irregulares.

Então, por que é importante aprendê-los? Apesar de constituírem uma minoria no inglês, os verbos irregulares são extremamente importantes para a comunicação como um todo e são bastante usado no dia a dia.

O verbo see, que significa ver, por exemplo, é um dos mais usados na língua inglesa diariamente.

O mesmo para os verbos buy (comprar), awake (acordado), become (tornar-se) e eat (comer).

O próprio verb to be, usado em praticamente todas as frases, é um verbo irregular. Ou seja, se você quer a fluência no inglês, precisa aprender os verbos irregulares.

Mas, não se assuste com o desafio.

Apesar de ser uma tarefa complicada, aprender os verbos irregulares pode ser muito fácil e simples se você sabe estudar da maneira correta! E isso você aprende a fazer a seguir. Continue acompanhando!

4 dicas para você memorizar os verbos irregulares

Muita gente tenta aprender os verbos irregulares apenas lendo e tentando decorar todos eles, inclusive, esse é o método ensinado nos colégios e até mesmo nas escolas de idiomas.

Mas está longe, bem longe, de ser eficiente.

Aprender os verbos irregulares – e a língua inglesa como um todo – é muitos mais simples, fácil e prático quando você para de tentar decorar e começa a tentar a aprender de verdade, treinando, convivendo com eles e usando-os no seu dia a dia.

Com base nesse método mais eficiente de aprender, elaboramos 5 dicas que vão te ajudar a aprender os verbos irregulares. Confira abaixo:

1 Comece pelos verbos irregulares mais usados

Apesar de serem a minoria, os verbos irregulares são muitos, principalmente se considerarmos que cada um deles possui 3 formas a serem aprendidas, o que faz com que os 400 verbos se transformem em 1.200 formas a serem memorizadas.

Por isso, é importante que você não tente aprender todos de uma vez e comece estudando apenas os mais usados.

Pois isso, além de facilitar o aprendizado, permite que você já comece a usar os verbos que for aprendendo.

Além disso, não há porquê se estressar para aprender verbos pouco utilizados no início.

Para que você precisa aprender o verbo to knit, que significa tricotar, por exemplo?

Esse e outros verbos irregulares mais raros podem ser aprendidos depois, conforme você se aprofunda nos estudos da língua.

2 Agrupe os verbos semelhantes

Outra dica para memorizar verbos irregulares de inglês é ver que muitos dos verbos irregulares da língua inglesa possuem semelhanças uns com os outros que podem te ajudar enormemente no processo de aprendizado.

Alguns verbos, por exemplo, possuem a mesma forma da base nos tempos passado e pretérito passado.

É o caso de cut, que possui a mesma forma nos dois tempos.

O mesmo acontece no caso dos verbos hit, take, hurt e set.

Outros verbos irregulares se diferenciam da base, mas possuem a mesma forma no tempo passado e pretérito passado.

É o que acontece com o verbos buy, que possui a forma de bought nos dois tempos; bring, que tem a forma de brought em ambos os tempos e fight, que ganha a forma de fought tanto no pretérito passado quanto no tempo passado.

Ao unir os verbos que são semelhantes assim, você consegue acelerar o seu aprendizado, conectando as formas de um verbo ao outro e levando menos tempo para memorizar.

3 Anote os verbos que aprendeu em todos os tempos e treine

Essa dica é um pouco “Old School”, mas funciona e vai te ajudar muito a aprender os verbos irregulares do inglês:

Sempre que você começar a estudar um verbo novo, anote ele e todas as suas formas, juntamente com sua tradução, em um lugar de fácil acesso para que você possa consultar sempre que precisar.

Anote também uma frase de exemplo para cada forma do verbo.

Fazendo isso, você consegue memorizar o verbo mais rápido e tem sempre como fazer uma consulta rápida para relembrar, o que acelera o processo de aprendizado e o torna muito mais fácil e prático.

4 – Escute músicas que possuam verbos irregulares

As músicas são grandes aliadas nos estudos do inglês e não seria diferente com os verbos irregulares.

Sua sonoridade, rimas e diversão proporcionadas nos ajudam a memorizar mais rápido e facilmente, tornando essa grande tarefa bem mais simples.

Por isso, procure por músicas que contenham verbos irregulares em suas letras – o que não é difícil de encontrar, pois muitas músicas possuem – e comece a aprender e a praticar sempre.

Dê preferência à músicas dos estilos musicais que você curte.

Você pode tentar memorizar a letra inteira, o que é mais recomendado, pois te ajuda a aprender mais do que os verbos irregulares, ou apenas os trechos que contenham os verbos.

O que importa é memorizar e treinar ao máximo!

Para finalizar, deixaremos algumas sugestões de música que você pode escutar e treinar para acelerar o aprendizado dos verbos irregulares. Confira:

  • Paradise – Coldplay;
  • Because you loved me – Celine Dion;
  • Who Knew – Pink;
  • The One That Gotaway – Kete Perry.

Ah, e tem mais uma coisa: se nenhuma dessas dicas fez sentido para você, o que é bem raro de acontecer, considere fazer uma aula experimental de um curso de inglês que foi feito por quem não gostava de inglês.

Talvez, esse seja um bom caminho para você, que precisa aprender o idioma mesmo que ainda não tenha facilidade na aprendizagem.

A aula experimental, para ver se você vai gostar mesmo disso, é totalmente gratuita. Acesse.

Deixar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>