7 palavras em inglês que não tem tradução para o português

A língua inglesa é conhecida por misturar termos e pedaços de palavras para criar expressões com sentidos totalmente novos e únicos, que não possuem uma tradução direta para o português e que precisam ser utilizadas em seu sentido original…

Quem está estudando phrasal verbs sabe bem disso.

Outras palavras não são essa mistura, mas também possuem um sentido único, que só pode ser traduzido para o nosso idioma usando no mínimo 10 ou 15 palavras.

No artigo a seguir, trouxemos 7 exemplos desses dois grupos de palavras da língua inglesa intraduzíveis para o português. Acompanhe e descubra!

1 Bromance

E em primeiro lugar na nossa lista, “Bromance”, uma expressão que une duas palavras da língua inglesa para criar um sentido único: “bro”, que vem da palavra “Brother, que significa irmão e um amigo muito próximo; e “mance”, que vem de romance, uma cognata.

As duas juntas têm um sentido de um relacionamento tão forte entre dois amigos heterossexuais que eles até parecem estar vivendo um romance.

E essa é a única forma de explicar o significado de “Bromance” usando o português: usando uma frase inteira.

Pois essa expressão não possui nenhuma tradução na nossa língua que passe perto do sentido original.

Você pode até tentar misturar amigo ou irmão com romance, mais vai ver que ficará algo um tanto quanto esquisito.

2 Crush

A queridinha dos adolescentes que ganhou a internet nos últimos tempos é outras palavra em inglês que não tem uma tradução no português.

Ela indica uma paixão súbita, geralmente platônica, e é usada em peso nas redes sociais e nas rodas de conversas dos jovens.

Você, muito provavelmente já deve ter ouvido alguém dizer: “Meu crush não veio hoje” ou até foi pego pelo hit “Poxa, crush, por que não me nota?” e, possivelmente, ficou sem entender o que essa palavra quer dizer no início.

Seu sentido original – e aquele empregado por aqui – é justamente o de uma paixão súbita, mas a palavra em si não possui uma tradução direta.

Para dizermos o que ela expressa em português precisamos usar, no mínimo, umas 5, 6 palavras e ainda assim não vamos conseguir.

8 palavras do português que não dá para traduzir para o inglês

3 Prequel

Essa é mais desconhecida, mas se você é fã de cinema com certeza já deve ter ouvido em uma roda de conversa por aí ou na internet.

Um “prequel”, indica uma obra de cinema que conta uma história anterior a previamente lançada.

Um belo exemplo é a trilogia prequel de Star Wars(Episódios 1, 2 e 3), que conta todos os acontecimentos que levaram ao episódio 4, primeiro filme da franquia lançado.

Outro exemplo é o filme “Universidade Monstros”, cuja história se passa anteriormente a “Monstros S.A”, lançado primeiro.

Por aqui, usamos “prequel” nesse seu sentido original, até porque não há uma tradução para a palavra no português.

Algumas pessoas até arriscam um “prequela”, com uma adaptação ao nosso idioma, mas vamos combinar que não fica nem um pouco legal.

4 Friendzoned

“Friendzone” é uma das centenas de palavras em inglês que foram introduzidas ao nosso idioma através da internet, pelos adolescentes.

E ela possui uma tradução: “zona de amizade”, que embora não reproduza exatamente o sentido original, é satisfatória.

O mesmo não acontece com o verbo desse substantivo, que não possui nenhum tipo de tradução por aqui: “Friendzoned”.

Ele indica algo como “colocado na friendzone”, mas esse é apenas um sentido aproximado, que não chega muito perto do original.

E ao contrário de “Friendzone”, que já faz parte do nosso vocabulário, “Friendzoned” não é muito utilizado por aqui, nem mesmo na internet.

Diferentemente dos Estados Unidos, onde a expressão é uma gíria e é comum ver alguém dizer: “He was friendzoned by her”.

5 Bully e Bullying

“Bully” é uma daquelas palavras em inglês que é utilizada até mesmo oficialmente, mas que não tem um sentido bem definido por aqui.

Geralmente traduzida como “valentão”, ela significa muito mais do que isso e indica aquela pessoa que usa da sua força física e influência para intimidar, humilhar ou até mesmo agredir fisicamente outras pessoas, consideradas por ele como inferiores.

Relativa a ela também temos o Bullying, outra palavra da língua inglesa que não possui uma tradução para o português.

Se você colocá-la no Google Tradutor, vai obter algo como “Assédio moral”, mas sabemos que essa palavra descreve algo bem maior do que isso e que já é considerado até mesmo um fenômeno social, que está relativo também a humilhação, desdém, assédio, agressões físicas e psicológicas, etc…

10 palavras em inglês que a gente usa sem perceber

6 Cool

Coloque “Cool” no Google Tradutor e você vai obter uma tradução mais ou menos como “legal”, “descolado” ou até mesmo “frio”, e estes são os sentidos realmente atribuídos a essa palavra por aqui.

Mas, você sabia que o seu significado vai muito além disso?

“Cool” nos Estados Unidos, inglaterra ou qualquer outra país de língua inglesa indica algo ou alguém descolado, legal, bonito, agradável, divertido, bom, de forma que é preciso usar no mínimo 6 ou 7 dos nossos adjetivos para descrever seu sentido original.

Alguns deles sozinhos passam perto, como “descolado”, mas nenhum consegue descrever o real significado de “Cool” por si só, o que dá a ele o status de um super adjetivo por aqui.

Mas, nem tente usá-lo em uma roda de conversa, pois o resultado pode ser exatamente o contrário!

7 Hustler

Por fim, temos Hustler, uma palavra da língua inglesa praticamente desconhecida por aqui e que está ligada ao ambiente das apostas, jogos de azar e movimentos underground.

O “Hustler” é aquela pessoa que vive de apostas e sabe usar dos mais variados artifícios para tirar dinheiro das outras pessoas, uma mistura de apostador, jogador e vigarista.

Aqui no Brasil, essa palavra não é muito utilizada e poucas pessoas a conhecem.

Geralmente, apenas quem está ligado de alguma forma ao ambiente das apostas ou gosta de ler sobre já ouviu falar.

E você, conhece mais alguma palavra da língua inglesa que não uma tradução para o português? Fala com a gente nos comentários!

Deixar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>