8 palavras do português que não dá para traduzir para o inglês

O português é considerado uma das línguas mais bonitas e únicas do mundo, com um vocabulário extremamente rico e lotado de palavras que carregam um sentido próprio e exclusivo no idioma, sem equivalentes no inglês ou em qualquer outra língua.

Algumas são exclusivamente brasileiras, sem uma correlata até mesmo no português de portugal.

No artigo a seguir, você confere 8 dessas palavras do português que não dá para traduzir para o inglês e aprende um pouco mais sobre o inglês com sugestões de substituição que não alteram o sentido da palavra original.

Acompanhe e descubra!

1 Saudade

A palavra “saudade” é única e exclusivamente nossa.

Ela não existe em qualquer outra língua e isso inclui também o inglês.

Por aqui, a usamos para dizer que sentimos muito a falta de alguém ou algo que não está mais conosco.

No inglês, para se expressar a mesma ideia, usa-se “I miss you”,que seria o equivalente a “sinto sua falta”, ou “I miss it”, para dizer que se sente falta de algo.

Ao lado de “Miss”, pode se usar outros pronomes, como “Miss her”, que significa “sinto a falta dela”, ou “I miss him”, que é o equivalente a “sinto a falta dele”.

Porém, o “Miss” tem apenas um sentido aproximado daquilo que é a nossa “Saudade”.

Essa, nenhuma outra língua no planeta possui um equivalente.

Curiosidade: 10 palavras em inglês que a gente usa sem perceber

2 Ouvido ou orelha?

No português e em outras línguas existe uma distinção na nomenclatura da parte interna e externa do órgão responsável pela audição.

Por aqui, a parte interna recebe o nome de “Ouvido” e a externa o nome de “Orelha”

Mas no inglês essa distinção não existe. Na língua, tanto a parte externa quanto a interna do órgão responsável pela audição recebe o nome de “ear”. Alguns exemplos são:

  • My ear is big / Minha orelha é grande;
  • My ear hurts / Meu ouvido está doendo.

Viu como “ear” é usado para se referir tanto a parte interna quanto a parte externa da orelha?

3 Cadê

O “Cadê” é uma palavra exclusiva do português do Brasil que tem o sentido de “Onde está”.

Mais informal, ela é usada normalmente no dia a dia, mas cada vez mais está perdendo sua carga de informalidade, ganhando espaço até mesmo nos ambientes mais cultos.

Mas no inglês, não há uma palavra equivalente ao nosso “Cadê”.

Apenas o “Onde está”, mais formal, possui uma tradução na língua inglesa, que é “Where is”, para o singular, e “Where are”, no plural.

Exemplos:

  • Where is my laptop? / Onde está meu notebook?
  • Where are my keys? / Onde estão minhas chaves?
  • Where are you? / Onde está você?

4 Anteontem

“Anteontem” é outra palavra do português que não possui tradução na língua inglesa.

Nós a usamos para nos referir ao dia antes de ontem e o mais próximo dela que existe no inglês tem exatamente o mesmo sentido: The day before yesterday / O dia antes de ontem.

Isso soa extremamente estranho por aqui, afinal, ninguém diz “te encontrei no dia antes de ontem”, mas no inglês o “The day before yesterday” é usado em todas as situações em que usariamos “Anteontem” aqui no Brasil. Por exemplo:

  • Meu aniversário foi anteontem / My birthday was the day before yesterday;
  • Você perdeu a festa anteontem / You missed the party the day before yesterday;
  • Te vi na rua anteontem / I saw you around the day before yesterday.

5 Mutirão

Mutirão, palavra que indica uma mobilização de diversas pessoas em prol de uma causa sem fins lucrativos, também não possui tradução para o inglês.

Nos Estados Unidos, Inglaterra, Canadá ou qualquer outro país que fale a língua inglesa, esse mesmo tipo de mobilização recebe o nome de “Joint effort”, algo como esforço conjunto.

O mais interessante é que “Mutirão” é uma palavra, assim como inúmeras outras, que teve origem no Tupi, mais especificamente no termo mutyrõ, que significa “trabalho em comum”.

Assim, o “joint effort” da língua inglesa possui um sentido bem aproximado.

Alguns exemplos de uso dessa palavra são:

  • We made a joint effort to clean up the schools / Fizemos uma mobilização para limpar as escolas;
  • There was a joint effort to help beggars / Houve uma mobilização para ajudar os mendigos.

6 Aliás

Aliás é um advérbio do português que passa a ideia de retificação, correção do que havia sido dito previamente, e também não possui uma tradução direta para a língua inglesa.

O mais próximo que podemos chegar da ideia de sentido transmitida por essa palavra no inglês é com as palavras “moreover”, “differently”, “in fact e “by the way”.

Porém, essas palavras dão apenas um sentido aproximado.

Na frase: “Ele tem seis filhos, aliás, oito”, por exemplo, a tradução seria “He has six children, in fact, eight”, algo como “Ele tem seis filhos, de fato, oito”.

7 Cafuné

“Cafuné” é uma das palavras mais cute (fofas) do português e não uma há uma tradução para ela na língua inglesa.

Para chegarmos a mesma ideia de sentido transmitida por “Cafuné” no inglês, temos que usar uma frase inteira, por exemplo:

  • To scratch someone’s head / Fazer cafuné.
  • I was scratching her head / Eu estava fazendo cafuné nela.

Porém, “To scratch someone’s head” não possui o sentido cute que “Cafuné” possui.

Afinal, coçar a cabeça de alguém não é o mesmo que fazer cafuné em alguém.

8 – Alheio

Por fim, a palavra “Alheio”, que transmite a ideia de pertencimento a outra pessoa e também não possui uma tradução para a língua inglesa.

Para se transmitir a mesma ideia com o inglês, usa-se o termo “of somebody else” , algo como “de outra pessoa”.

Em frases, o “of” pode ser retirado e é colocado uma apóstrofe logo após o “else”, por exemplo:

  •  Somebody else’s money / O dinheiro alheio;
  • Somebody else’s life / Vida alheia.

E essas são algumas das palavras do português que não possuem uma tradução em inglês. Além delas existem diversas outras de sentido próprio, sem equivalentes na língua inglesa.

Leia Também – 7 palavras em inglês que não tem tradução para o português

Você conhece mais alguma? Conte para a gente nos comentários!

Deixar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>